Arca das Letras

 

UM POUCO DA HISTÓRIA DO PROGRAMA

O Programa de Bibliotecas Rurais Arca das Letras teve início em 2003, trazendo oportunidades para as populações moradoras de áreas rurais do Brasil que usufruíam de poucas possibilidades de contato com livros de diversas áreas do conhecimento, principalmente livros de literatura.

As primeiras bibliotecas foram implantadas em cinco comunidades rurais do semiárido de Pernambuco, Paraíba e no estado do Rio Grande do Sul entre maio e junho de 2003 (SOARES, 2009, p. 4). A iniciativa deu certo e, passados dez anos, o programa alcança mais de dez mil bibliotecas rurais implantadas.

O programa atua na democratização do acesso ao conhecimento junto às comunidades beneficiadas pelo Programa Nacional de Credito Fundiário, assentados da reforma agrária, comunidades de pescadores, quilombolas, indígenas, extrativistas, populações ribeirinhas e os Centros de Formações por Alternâncias (CEFFA’s).

Desde sua implantação o programa conta com uma rede de parcerias nas esferas governamentais, não governamentais e sociedade civil, para confecção de móveis arca e doação de acervos bibliográficos. No contexto em que o País não dispõe ainda de bibliotecas públicas em todos os seus municípios, o programa Arca das Letras surgiu como mecanismo de apoio, oferecendo condições de acesso ao livro e estímulo à leitura no meio rural, desempenhando uma ação histórica de participação comunitária na democratização da leitura.

Anúncios